Arquivo do mês: março 2015

O muito e o pouco

Há pouco a dizer de tanto!

Tanto trabalho infindo, tanta ilusão ainda, tanto barulho abaixo, tanto suor e abraço, tanta saída, tanta gente esquecida, tanta paixão, tanta emoção, tanta gente no chão!

Há muito a dizer de pouco!

Pouca casa e muita gente, pouca história e muita semente, pouca vontade e tanto batente, pouca palavra e tanto na mente!

Pouco e muito em desalinho faz dos homens, tolos; de intenções, dolos; de todos, carcaça sem miolo.

Pondere o equilíbrio, explore o sentido, deixe tudo escolhido, siga a razão, de repente!

Volte-se ao fraco que sente, olhe o irmão, veja a questão, muito há que aprender, muito pouco a temer!

Deixe a alma no vento, dê corda ao pensamento! Creia no simples, no certo, no crível!

Creia no seu elemento!

Anúncios

2 Comentários

Arquivado em Sampa dentro da gente